Buscar
  • Shod Esportes

O TÊNIS PODE INFLUENCIAR NO MENOR GASTO DE ENERGIA? PODE AJUDAR A MELHORAR A PERFORMANCE?

Todos nós que corremos temos uma certa veneração pelo calçado que utilizamos acreditando que ele possa fazer muita diferença em termos de performance e proteção. Mais recentemente, uma nova linha de pensamento sobre o uso ou não de calçado vem tomando corpo, afirmando que nosso pé é capaz de amortecer o impacto da corrida. Esta "filosofia" de comportamento defende este formato, pois tendemos a modificar o tipo de pisada para antepé. Ainda afirma-se que nesta condição podemos ter maior performance já que a massa do calçado ou sua ausência proporciona um menor gasto de energia (maior economia de corrida). 


Além disso, existe uma busca constante por tênis leves, com amortecimento, confortáveis e com uma certa rigidez longitudinal, variáveis que podem afetar gasto de energia (também conhecido como economia de corrida). Para se ter uma idéia, considerando somente a massa do calçado, para cada 100g da massa do tênis há o aumento em 1% no consumo de energia (Frederick, 1984). 




Através da compilação de diferentes estudos (meta-análise), feita por Cheung e colaboradores (2016) verificou-se  os efeitos de tipos de calçado e a sua não utilização, no consumo de oxigênio. Um total de 13 estudos foram escolhidos, de acordo com alguns critérios, à partir de uma busca de 2328 trabalhos publicados. Este trabalho, comparando o uso de um tênis tradicional e a corrida descalça, verificou uma menor gasto energético (maior economia de corrida) para a condição descalça, comparação feita em 7 dos 13 trabalhos considerados.


Isto também aconteceu, favoravelmente aos tênis minimalistas, em 6 dos 13 trabalhos que comparam os tênis minimalistas e os tradicionais.  E na comparação entre descalços e minimalistas o menor gasto energético (maior economia de corrida) foi favorável aos minimalistas, em 4 dos 13 trabalhos. 

Mas em condição de fadiga, como fica esta possibilidade de melhorar a performance? O tipo de tênis faz diferença? Blair (2018) demonstrou que o quando os corredores avaliados utilizaram o calçado minimalista obtiveram uma média de 6 a 7 segundos mais rápidos em tiros de 1000 metros, em um protocolo de fadiga utilizado no estudo. 


Está na duvida de qual tênis escolher? Tem muita opção e fica perdido em fazê-lo? Gostaria de um auxílio para uma escolha mais técnica do calçado? Clique no logo da Shod e veja como obter este auxílio.


Referências Bibliográficas: 


Blair, J. F. (2018). The effect of minimalist footwear on running economy following exercise-induced fatigue (Doctoral dissertation, Memorial University of Newfoundland). 


Cheung, R. T., & Ngai, S. P. (2016). Effects of footwear on running economy in distance runners: A meta-analytical review. Journal of science and medicine in sport, 19(3), 260-266.


Frederick, E. C. (1984). Physiological and ergonomics factors in running shoe design. Applied ergonomics, 15(4), 281-287.

99 visualizações

© 2019 by Shod Esportes. Proudly created with Wix.com

  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon
  • White YouTube Icon
  • White Instagram Icon